Transparência na gestão universitária sob a perspectiva da participação cidadã

O objetivo desta pesquisa foi analisar a transparência no contexto da descentralização orçamentária da Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes) sob a perspectiva da participação cidadã. Adotaram-se metodologias de naturezas qualitativa e quantitativa, constituindo-se uma triangulação de métodos (JICK, 1979). Foi realizado um estudo de caso com foco no processo decisório dos centros acadêmicos da Ufes localizados na capital do Estado. Os dados foram coletados por meio de survey, entrevistas semiestruturadas e pesquisa documental. A survey contou com enunciados adaptados para escala Likert (1932), com base nos critérios de análise de processos decisórios sob a perspectiva da cidadania deliberativa (TENÓRIO, 2012). Os respectivos dados foram tratados por meio de regressão linear múltipla, análise fatorial exploratória e modelagem de equações estruturais (HAIR JUNIOR, 2017), além de análise descritiva. Os dados qualitativos coletados na aplicação da survey, assim como as transcrições das entrevistas, foram tratados por meio de análise de conteúdo (BARDIN, 1977). A interpretação dos resultados demonstrou que os critérios propostos são adequados à análise da transparência no contexto universitário. Além de um modelo estrutural que representa relação causal positiva da transparência e da participação sobre o processo deliberativo, foi desenvolvido um modelo estrutural que demonstra, por exemplo, que o processo deliberativo é mais bem avaliado pelos docentes, em relação aos técnicos-administrativos, devido à diferença de percepção, quanto à transparência e participação, entre esses segmentos da comunidade acadêmica. Arquivo disponível para download.



Registro no Repositório Digital:
http://bibliotecadigital.fgv.br



Interaja com outros pesquisadores

Última modificación: domingo, 19 de septiembre de 2021, 20:34